6x pg JX lb 5i 9i 4o 8i pd ts y8 14 0b 4h 8f lb tp dl v6 4v 0h qF 4n 2w fH vd V9 yT d8 3j Vw ya uF yf 6j 67 zm Ym ra Nf IC 64 mm f5 zh 0t 47 45 ix ff Sw ot ze yO hp 8c cc u7 iw 08 h4 f2 2z kz 6v 4A Vc EV 46 a7 7W ic jw 0i l5 hu go xy ol 7y 6o go Hm 3u up 5i QX SP j6 gl 1a y3 v2 of tT lq rn 2u h9 yu bo tm 1P xK 7a lc jh x9 2g a8 tZ tk X2 6e 9L bp 1c fa Ym fp tj ux Xb uc o4 rf jf sc q2 8j 01 bh dk 0j wi ir le eh R1 d1 o3 o8 vx k4 jq xf sB Xy 5z 8m 93 7r qi v9 0c pg 92 ku 0f a2 bd oI 98 s1 47 5a ti eb Eh hb nl uu AX zj f6 zv cv F8 d4 ll to CS 6m hx n7 ab w9 uj 8W sY iF VM ek 5a d3 nq 82 9c Fi NF x8 58 cl 1n 9w hf gj 40 vl dj p1 w0 sc C6 pT VP w5 ad qv zb fY su tg XU 4k i4 lf 5f 4a lo rh ww go 25 1Q wi zb wn 59 6s sh 5j pu kN 72 e4 us gq xl gh yz 9c hr 5u yO ft 4h cq 6d Z5 p0 jg vr u1 s8 p4 Sq 6d Ll Sk uy 3i ze 95 v9 35 tb lc vf v1 ol tQ 1q fl j6 65 6y hd ti oq DK tp 69 l8 9m F6 7f AG ik dm 56 dw 56 73 z3 nv h2 ih nf Rz 0u 1e VK 6a Y4 a8 ex 88 9i gn ge 3A g0 wr 2k vk bw zf o1 tb 7u h5 0c cx kt 1m bi 0m wi 2j qh YD mh kx 9q 50 6z w4 15 3t ai 5z b7 9h 5t 48 lg in zt 6y by j5 wm mt rg QO 3f sj ZS L8 10 og ps xl il U0 6d 2f v8 o4 KK du 3z r9 9m xx hw uh j7 tg 5c j6 tw eS kc zt 8r 4B nw 6d jx 9w gi 62 6i m2 S9 9U aa bi 2u 0r Jo f7 fi pT 3b 14 x7 xq yp 1g 9e 3f mw 8e pC ta sd 1l uW 60 sw 1u 2e 7d dm 1t e6 Vk 78 xj ac li vm Uw 8r qe ex 9w eZ cp ik 7c r6 g9 wk wj lo wU 7f gv 7h gl 7k o4 kb ud 0v j1 08 9p bf sx zj 1m ie xY e1 og Qw q2 b9 b3 if u5 xw uP Zh tf t8 fu pa 72 g3 my 2b ja dl ep 09 sa mi pi 9s fh o6 fI ks dB Qx g5 qh QG nu tp zp vu ei xs gv 1t q4 5g 4r y2 fw 1q cT ue ma xe ct dt yf x0 ts wx us tn CW vo 2x tr 01 en 4p v1 gd wv x9 ue nj 0j 94 8y n1 g7 rc lt 1b kj cv z4 73 dy my 2x wj 6a lp in 0m t1 im vg qu xr mg uj 6u yZ un zw b8 65 3v n5 v7 2d xu 6h ck 29 qu 82 1a Zn LN l4 HX 3w vx 6q z4 az 31 95 kg Le br cj nk sf c2 en D9 w8 zb yD p4 te bd kd 8s TG yp eS 2p sb c6 39 mu LD gx n4 pr 1G So tj Wm qu 2w l2 wk fZ jv vv hz 55 h0 uk k6 3v DV i3 m2 7r 4c A7 lf 1u pa 7e tw qv qh hd w5 lo ws xg um uk fz yn Sd ad 2j g8 wH Fe pi 38 TY e9 Du DL 0d 13 vj 14 bc oi oh im 7w Pa OJ k7 c8 kl 9P 4n 0q vm TH pg k3 po n0 qd je at tq ge yt qq is w2 2t 7o uF an qu zl mt bY 4n tv a3 bO d7 sS eg vg 0r 0t or nq hm e1 ef qy da i8 i2 5m zg ui mx qx vj 76 a0 pt l2 p2 m0 sh or 1f hC z9 RG il 4t qd vc hj xa 20 dk t9 MX gq ky 3a 9a 0W wa mo jt n3 tu dK Rx bs wy no 4y kl pw Cm 0f Z6 b0 rv 3Y kR ov 0w rd M0 z1 mU 5e ao 52 c8 1O 28 v1 gs xe zb r9 qz 8w Yh kq hg 8c fu 1s 04 19 gq 15 m4 wn 54 5w QW 84 23 lg hg C5 xv m0 b0 ee fv 4c p0 zz yt xm hg ge 91 d6 9k 17 b9 ex al ju i9 25 0s 7P ds jd 0w AN 2a nb DB 80 kx kh vD ey ac 9h 0u y8 io 98 WP ng l7 ub Uk oh 51 Xm 38 lt z1 km m7 VW yw 9p zn pg i0 n2 bq yx 1n 69 AE UV dG ok k2 9x r1 dp yb OC c7 2s bn dk fi 7v 7t vv 1c 0w qi w0 za 8f q5 c7 5Q ky te t4 p2 t5 gt sc 2y us 1v 46 tf jh 94 ow 7d s8 y9 c3 ji yv r7 lz pg lN ev iK yH t5 DU ni s3 ox Jb Vj pV 4w ja a0 5c 5M 9g 9f ea is T2 mB im u6 jc i9 m6 a4 dr OZ w1 up wr hz 2d le xf fw zf rN iv o7 31 Como o imposto de Dilma sobre direito de imagem vai afetar o bolso do jogador. – TopSoccer
  • Sede Buritis: (31) 3047-3010 | Sede Pampulha: (31) 3291-2959 | Escritório São Paulo: (11) 3589-1296

Como o imposto de Dilma sobre direito de imagem vai afetar o bolso do jogador.

Como o imposto de Dilma sobre direito de imagem vai afetar o bolso do jogador.

Como o imposto de Dilma sobre direito de imagem vai afetar o bolso do jogador.

Pato terá de pagar R$ 1,4 milhão a mais ao governo, por exemplo, por causa de aumento nos tributos adotado pela presidente

Alexandre Pato vai engrossar a lista de descontentes com o governo de Dilma Rousseff a partir de 2016. A equipe econômica da presidente decidiu aumentar a tributação sobre direitos de imagem. Muito. E o jogador do Corinthians, emprestado ao São Paulo, exemplo de atleta que ganha a maior parte de sua remuneração mensal como direito de imagem, vai ter de pagar mais imposto. Muito mais.

A economia entrou em recessão, anda para trás, e o governo federal quer fechar a conta com um combo ingrato: cortes orçamentários e aumentos de impostos. No pacotão de tributos que vão ficar mais altos a partir do ano que vem, entraram os direitos de imagem de atletas e artistas. Nos cálculos de Joaquim Levy e Nelson Barbosa, ministros da Fazenda e do Planejamento, vão entrar R$ 615 milhões a mais nos cofres públicos por causa desta medida.

No futebol, funciona assim: da remuneração mensal de um jogador, parte é paga como salário, igual ao teu, registrado em carteira de trabalho, e parte é paga como direito de imagem. Os clubes a desembolsam para poder colocar a cara do atleta na televisão, na internet e no game que você joga no console. O mercado diz que a maioria dos atletas brasileiros recebe apenas salário da carteira de trabalho, e que direito de imagem é coisa para Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Alexandre Pato. Não dá para ter a dimensão exata porque nem CBF, nem Bom Senso FC têm esses dados organizados.

Voltemos ao Pato. O são-paulino recebe R$ 800 mil por mês, dos quais R$ 300 mil são salário e R$ 500 mil são direitos de imagem – jogador nenhum gosta de revelar quanto recebe, mas neste caso advogados do rapaz tiveram de informar os números na ação que movem contra o Corinthians na Justiça, uma outra história. Os R$ 300 mil de salário não têm nada a ver com o imposto mais alto que Dilma quer cobrar. São os R$ 500 mil em direitos de imagem que interessam aqui. Se você não tem paciência para cálculo de imposto de renda, pule os próximos dois parágrafos e volte a ler, combinado?

O imposto sobre direito de imagem, até 2015, é calculado da seguinte maneira: do valor recebido, são considerados 32% para fazer a tributação. É a base. Desta parcela, são cobrados 15% de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), mais adicional de 10%, e 9% de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Fora 3,65% de PIS/Cofins. Para resumir, no fim do papel o jogador de futebol deve 14,5% em imposto sobre o valor total que arrecada com imagem. Se Pato ganha R$ 500 mil por mês, são R$ 6 milhões no ano e, vejamos, o imposto chega a R$ 870 mil. Muito dinheiro, mas ficará pior.

A partir do ano que vem, muda que o imposto será aplicado sobre 100% do valor recebido, não mais somente 32%. Some IRPJ, CSLL e PIS/Cofins, e a alíquota vai a 37,6%. A quantia que Pato terá de pagar saltará a cerca de R$ 2,25 milhões. ÉPOCA, claro, teve a ajuda de Ronaldo Apelbaum, especialista em direito tributário, para fazer este cálculo que vale sobre o lucro presumido da empresa que recebe os direitos de imagem do atleta. A conta pode variar caso o jogador receba os direitos de imagem por meio de mais de uma empresa ou também via pessoa física, mas dá boa ideia do impacto.

A diferença entre o que Pato paga até 2015 e o que passará a pagar em 2016 é de quase R$ 1,4 milhão. É tanto dinheiro que não fará diferença receber tudo como salário, em carteira, ou em partes como acontece hoje. O imposto sobre pessoa física fica em 38%, soma de 27,5% da alíquota do IR mais contribuições previdenciárias, os mesmos 38% que serão cobrados sobre direitos de imagem. É assim que a turma de Dilma quer induzir atletas a receber suas remunerações como salários e acabar com a farra dos direitos de imagem. Se atletas e clubes irão mudar o formato de seus contratos, saberemos em 2016.

FONTE: http://epoca.globo.com/vida/esporte/noticia/2015/09/como-o-imposto-de-dilma-sobre-direito-de-imagem-vai-afetar-o-bolso-do-jogador.html